O museu contemporâneo e a cidade

Paredes, a calçada ou apenas a ausência de qualquer regra expositiva?

Autores

  • Cidomar Biancardi FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas
  • Priscila Arantes Universidade Anhembi Morumbi

Palavras-chave:

Museu, cidade, espaço expositivo, arte contemporânea, espetáculo

Resumo

O presente artigo discorre sobre o campo da exposição da arte contemporânea, e
consequentemente discute também o papel do Museu contemporâneo, em contraponto com o
Museu e a exposição de arte tradicionais. Como embasamento teórico, vai criar um paralelo entre
as noções de Museu tradicional e contemporâneo apresentadas por dois autores: José Reginaldo
Santos Gonçalves e Rosalind Krauss. Traz a noção de arte e museu contemporâneos, a cidade
como pano de fundo de tudo: produção e exposição. E finalmente a cidade como palco de, além
da arte física, a arte performática, tendo o corpo e o homem como protagonistas.

Biografia do Autor

Cidomar Biancardi, FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas

Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal do Paraná (1999), Mestre em Arquitetura e Urbanismo
pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2004) e Doutorando em Design pelo PPG Design UAM-SP. Exprofessor dos Cursos de Graduação em Arquitetura, Design de Interiores e Artes Visuais do FAM e FMU e também dos Cursos de Pós-Graduação de Gestão de Projetos de Arquitetura e Design de Interiores.
Atualmente Design Manager na Gensler São Paulo, onde também é parte do grupo de pesquisa da empresa. O Doutorado em andamento investiga o Museu Contemporâneo e sua interação com redes sociais, e a produção do espaço e experiência do arquiteto nesse contexto de tecnologia e uso de hashtags (#).

Priscila Arantes, Universidade Anhembi Morumbi

2Pesquisadora Produtividade Pesquisa pelo CNPq. Pós-doutorado pela Pennsylvania State University –
USA e UNICAMP. Doutora e Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP. Líder do Grupo de Pesquisa
no CNPq: Design, Arte e Memória: Perspectivas Contemporâneas. Pesquisadora do Centro de Pesquisa
em Design, Laboratório do Museu e da Memória (MeMuLab), Docente do PPGDesign e dos cursos de
graduação da Escola de Comunicação, Artes, Design, Educação e Moda da Universidade Anhembi
Morumbi. É historiadora, crítica, curadora e pesquisadora no campo da arte contemporânea e gestora
cultural. É diretora e curadora do Paço das Artes, instituição da Secretaria de Estado da Cultura desde
2007 e entre 2007 e 2011 foi diretora adjunta do MIS (Museu da Imagem e do Som). Contemplada com o
prêmio da Getty Foundation (USA), em 2012, para participar da 101a Conferência Anual da College Art
Association (CAA) e o 48o Prêmio Jabuti (finalista) pela publicação Arte@Mídia: perspectivas da estética
digital (Senac/Fapesp), Estéticas tecnológicas: novas formas de sentir (Educ), Arquivo Vivo (Imesp), entre
outros.

Downloads

Publicado

2020-08-27 — Atualizado em 2020-10-14

Versões